Publicações

Telecentros comunitários para o desenvolvimento humano

Autoria: Karin Delgadillo, Ricardo Goméz e Klaus Stoll (adaptado por Graciela Selaimen e Carlos A. Afonso) Editora: Fundação Chasquinet (Original em espanhol) Páginas: parte 1: 21 | parte 2: 19 Ano: 2002... Esta cartilha faz um pequeno histórico dos esforços de construção de telecentros comunitários na América Latina e no Caribe. A Rits foi responsável pela versão brasileira do documento, que, além de conter a tradução da obra original, inclui dados sobre experiências de infoinclusão no país.

Apropriação cidadã dos Telecentros de SP: um levantamento social

Autoria: Graciela Selaimen e equipe Rits Editora: Rits Páginas: 56 Ano: 2004... Um argumento recorrente quando se fala sobre inclusão digital é que esta não é feita apenas por máquinas e conectividade, mas essencialmente por pessoas – e para o desenvolvimento destas, bem como de suas comunidades. Conhecer o perfil dos usuários dos telecentros da cidade de São Paulo, sua opinião e seus anseios é, portanto, um passo estratégico e fundamental.

"Interconexão" entre tecnologia, política e economia

Autoria: Ivo Correa Páginas: 3 Ano: 2008... Desde o início do curso ficou claro que um dos debates que deverá perpassar todos os módulos é a intrincada relação entre as dimensões técnica (ou tecnológica), econômica e política no que diz respeito à governança da Internet. As escolhas realizadas e as decisões implementadas têm necessariamente implicações nessas três esferas (e, por vezes, em algumas outras...)

Governança da Internet e Confecom: pontos para o debate

Autoria: CTS/FGV e Nupef Páginas: 4 Ano: 2009... Uma séria dificuldade no que concerne o disciplinamento das relações online é que não existe um marco regulatório que estabeleça a responsabilidade de provedores de acesso, de serviços e de conteúdos, e daqueles que fazem uso da rede. A atual falta de legislação dá margem a decisões casuísticas e discrepantes por parte do Judiciário brasileiro.

Páginas

Subscrever RSS - Publicações